AÇÃO REIVINDICATIVA NO SETOR PÚBLICO

Levantamento de necessidades de TSDT no SNS

Intro: O Governo, ao longo deste ano, abriu listas de contratação de novos profissionais, mas nenhuma das mesmas contempla os TSDT.


Durante o mês de Julho do presente ano, foram levantadas as necessidades de contratações de TSDT no SNS.

Com a passagem às 35 horas semanais, os serviços já em falência de TSDT, viram a sua situação mais agravada.

O Governo, ao longo deste ano, abriu listas de contratação de novos profissionais, mas nenhuma das mesmas contempla os TSDT.

Tendo já o STSS manifestado preocupação com a rutura do SNS devido à falta dos TSDT e citando o presidente: “Esta exclusão, por parte do Governo, faz-nos questionar a veracidade das afirmações do secretário de Estado Adjunto e da Saúde, pois, devido à não-contratação de profissionais de Diagnóstico e Terapêutica, manter-se-ão lacunas no Serviço Nacional de Saúde, as quais poderão conduzir à sua rutura”, foi levantada, pelo STSS, a necessidade atual de TSDT no país.

O STSS está, neste momento, a contactar todos os Conselhos Técnicos de cada Hospital, do SNS, para obter números reais de TSDT em falta e posterior comunicação ao Ministério da Saúde e Comunicação Social.

Tendo por base dados relativos ao atraso de entrega de resultados de exames, listas de espera para os diversos MCDT e serviços que funcionam em ponto de rutura (cujo funcionamento "normal" só pode ser assegurado recorrendo a Horas Extra ou simplesmente fechando serviços), pretende o STSS evidenciar a falha gigante que existe, destes profissionais, no STSS.

STSS

Sindicato dos Técnicos Superiores de Saúde nas Áreas de Diagnóstico e Terapêutica
Rua Dr. Campos Monteiro, 170
4465-049 S. Mamede Infesta
+351 229 069 170
stss@stss.pt
© 2019 STSS. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por ONITdev

Pesquisa