Razões para se SINDICALIZAR!
Segunda a Sexta
9:30-12:30 e 14:00-18:00
+351 229 069 170
+351 213 192 950
stss@stss.pt
stss-lisboa@stss.pt

Ações Formativas

[09C] Ciências da Transfusão e Transplantação

Início: 4 de Junho de 2021 - Fim: 2 de Julho de 2021 | Local: Não-Presencial | Estado: CONCLUÍDA


STSS STSS - Entidade Certificada pela DGERT Cofinanciamento - STSS e União Europeia - Fundo Social Europeu

 

[09C] Ciências da Transfusão e Transplantação

4, 5, 11, 12, 25 e 26 de Jun. de 2021
2 de Jul. de 2021

Pode fazer download do documento na íntegra aqui.

 

Destinatários:

Profissionais de saúde - TSDT / Análises Clínicas e Ciências Biomédicas e Laboratoriais

 

Objetivos:

  • Conhecer os diferentes grupos sanguíneos humanos e os vários métodos de grupagem eritrocitária, pesquisa e identificação de aloanticorpos, bem como os procedimentos a efetuar com as dádivas, separação de componentes e o respetivo controlo de qualidade de material, reagentes e das unidades a transfundir.
  • Compreender os procedimentos mais comuns para o estudo teórico e laboratorial de amostras de doentes com anemia hemolítica autoimune de várias etiologias e poliaglutinação.
  • Compreender a fisiopatologia da doença hemolítica Perinatal.
  • Aplicar os conhecimentos globais sobre grupagens de amostras nos sistemas de classificação mais comuns.
  • Pesquisa e identificação de anticorpos, provas de compatibilidade, reações transfusionais e titulações de anticorpos bem como o estudo de anemia hemolítica.
  • Executar, validar e interpretar os resultados laboratoriais das técnicas e métodos lecionados.
  • Deter os conhecimentos na área da Imunohematologia, que os habilite para a prática clinico laboratorial.

 

Programa:

  • Grupos sanguíneos humanos, reações de aglutinação métodos de classificação sanguínea; pesquisa e identificação de aloanticorpos com painéis eritrocitários.
  • O sistema Human Leucocyte Antigen e sua importância na transplantação.
  • Testes de compatibilidade pré-transfusionais e reações transfusionais.
  • Doença Hemolítica Perinatal.
  • Doença hemolítica devido a autoanticorpo quentes, frios; Hemoglobinúria Paroxística e anemias hemolíticas induzidas por fármacos.
  • Eluições, poliaglutinação.
  • Colheita de sangue, transporte e seu armazenamento; separação e conservação de componentes; derivados do plasma.
  • Controlo de qualidade em Imunohematologia e das unidades a transfundir.

 

Carga Horária:

30 horas

 

Calendarização:

4, 11 e 25 de Junho de 2021 - 17:30 às 20:30
5, 12 e 26 de Junho de 2021 - 10:00 às 13:00 e 14:00 às 17:00
2 de Julho de 2021 - 17:30 às 20:30

 

Local:

Formação à distância - Não-Presencial

Nota: “Nas ações integralmente desenvolvidas em formação à distância, …, não sendo, contudo, elegíveis formandos com local de residência fora das áreas de implantação territorial do POISE, ou seja, residentes nas regiões de Lisboa e Vale do Tejo e do Algarve.”
(A Comissão Diretiva do POISE, 25 de maio de 2020)

 

Formadores:

Fernando Mendes

  • Licenciado em Análises Clínicas e Saúde Pública
  • Mestre em Biologia Celular e Molecular
  • Doutor em Ciências da Saúde.
  • Professor Adjunto da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra e Diretor de Departamento de Ciências Laboratoriais Biomédicas
  • Em termos Europeus, pertence aos corpos gerentes da European Association for Professions in Biomedical Science (EPBS) desde 2001, onde foi eleito para vários cargos, sendo atualmente Presidente da EPBS.
  • Colabora ainda com a Academy of Clinical Science and Laboratory Medicine da Irlanda na avaliação e acreditação dos cursos de ciências biomédicas laboratoriais e é igualmente membro de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior na Croácia. 
  • Foi ainda avaliador de projetos Europeus financiados pela União Europeia, foi ainda nomeado para grupos de trabalho na Áustria e Espanha como perito em Ciências Biomédicas Laboratoriais.
  • Ao nível Nacional foi nomeado como perito pela Agência de Avaliação de Acreditação de Ensino Superior em 2013, para coordenar e escrever o relatório para a criação das Ciências Biomédicas Laboratoriais em Portugal. É ainda perito na Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS,IP.) em várias Comissões Técnicas de Apreciação para o reconhecimento de qualificações profissionais no âmbito da Diretiva Comunitária para o reconhecimento de qualificações profissionais.
  • As suas principais áreas de investigação científica são: ciências da transfusão, literacia em saúde e cancro.

Célia Sofia Ramalho Ferreira:

  • Licenciada em Análises Clínicas e Saúde Pública, na ESTeSC.
  • Mestre em Biologia Molecular e Celular pelo Departamento de Biologia da Universidade de Aveiro e em 2016 obteve o Título de Especialista na área de Análises Clínicas e Saúde Pública, pelo Instituto Politécnico de Coimbra.
  • É co-autora de publicações em revistas nacionais e internacionais.

STSS

Sindicato dos Técnicos Superiores de Saúde nas Áreas de Diagnóstico e Terapêutica

#JuntosConstruímosFuturo

SINDICALIZE-SE!

Pesquisa